• denuncias
  • peticionamento
  • protocolo
  • Mediação
  • administracao publica
  • fraudes trabalhistas
  • liberdade sindical
  • meio ambiente
  • promocao igualdade
  • trabalho escravo
  • trabalho infantil
  • trabalho portuario
  • mov procedimentos
  • autenticidade de documentos
  • Websérie “Tráfico de Pessoas no Brasil” retorna no próximo dia 25
  • Telefones do MPT-SP
  • mscara e vacina
  • banner somos mairoia
  • WhatsApp Image 2022-09-26 at 120619

Websérie “Tráfico de Pessoas no Brasil” retorna no próximo dia 25

Episódios serão transmitidos ao vivo às 19h no canal da Asbrad no Youtube até o dia 29

Brasília – Tem início na próxima segunda-feira, 25.7, a terceira temporada da websérie “Tráfico de Pessoas no Brasil”. A iniciativa contará com debates e pílulas do conhecimento sobre o tema divididos em cinco episódios que serão transmitidos ao vivo até 29 de julho, às 19h, no canal da Asbrad no Youtube. A iniciativa ocorre na semana do Dia Mundial e Nacional de Enfrentamento ao Tráfico de Pessoas, lembrado em 30 de julho. Clique aqui para mais detalhes.

A websérie é realizada pelo Projeto Liberdade no Ar do Ministério Público do Trabalho (MPT) em parceria com a Associação Brasileira de Defesa da Mulher da Infância e da Juventude (Asbrad) e a Clínica de Trabalho Escravo e Tráfico de Pessoas da Faculdade de Direito da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG).

A abertura da websérie contará com o lançamento da segunda temporada de vídeos “Expectativa X Realidade 2022”. Foram produzidas três novas animações que abordam o tema na perspectiva do aliciamento para o amor romântico; exploração na construção civil e em atividades ligadas ao desmatamento. Em breve, os vídeos serão veiculados nos principais aeroportos, rodoviárias e portos do Brasil.

Segundo a vice-gerente do Projeto Liberdade no Ar, Cristiane Sbalqueiro Lopes, a abertura da websérie também vai trazer reflezões sobre o engajamento do cinema na luta contra o tráfico de pessoas. A procuradora destacou ainda que a websérie vai discutir temas como experiências de pós-resgate, vulnerabilidades e estratégias para a proteção de crianças e adolescentes, visão internacional do tráfico de pessoas e panorama do tráfico de pessoas no Brasil. “Esperamos que estejam conosco para fazermos reflexões pertinentes e atuais com os maiores especialistas sobre tráfico de pessoas no Brasil”, afirmou a procuradora.

Para a presidente da Asbrad, Dalila Figueiredo, a websérie busca pautar os temas urgentes para a compreensão de lacunas nas políticas públicas e para disseminar informação para toda a sociedade. “É um importante espaço de encontros e debates entre instituições e pessoas comprometidas com essa luta. Graças à parceria com o MPT e a UFMG conseguimos a consolidação desse projeto”, afirmou.

Certificado – Serão concedidos certificados digitais emitidos pela Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG) para os participantes que assistirem à websérie. Para isso, serão disponibilizados, em cada episódio, QR Codes e links para cadastro no chat do canal da Asbrad no Youtube. Durante a transmissão é necessário acessar a página externa, preencher os dados e confirmar a solicitação do certificado. Os certificados de participação serão digitais, emitidos automaticamente e enviados para o e-mail cadastrado em até 24 horas após o término do episódio. Necessariamente, para cada episódio assistido, deverá ser realizado um novo cadastro para a obtenção dos certificados de participação. Cada episódio totalizará 02 horas de atividades diárias.

Veja abaixo outras ações do Projeto Liberdade no Ar:

Adesão da Abrati – Uma das novidades desse ano é a adesão da Associação Brasileira das Empresas de Transporte Terrestre de Passageiros (Abrati) à iniciativa. A entidade reúne 59 empresas associadas que operam os serviços rodoviários regulares de natureza interestadual e internacional.

Segundo o diretor-geral da Abrati, José Luís Santolin, a expectativa é sensibilizar tanto usuários do transporte rodoviário regular de passageiros quanto os trabalhadores do setor. O representante afirmou que os arquivos dos cartazes da Campanha foram enviados aos associados Abrati para serem afixados em guichês e pontos de contato com os passageiros. “Mensalmente são mais de 100 milhões de pessoas circulando através do transporte regular de passageiros em todo país para realizar viagens (interestaduais e intermunicipais) com nossos associados e certamente o impacto do material alcançará êxito na disseminação da mensagem de prevenção ao trabalho escravo e ao tráfico de pessoas”, afirmou Santolin.

Parceria com a Conatpa – Para ampliar a capilaridade do projeto, a Coordenadoria Nacional de Trabalho Portuário e Aquaviário (Conatpa) do MPT aderiu à iniciativa e vai lançar em breve uma animação sobre a temática com o objetivo de veicular o vídeo em terminais portuários e aquaviários. A divulgação de campanhas de conscientização sobre tráfico de pessoas está prevista em acordo de cooperação técnica firmado pela Conatpa e pela Agência Nacional de Transporte Aquaviário (Antaq) em dezembro de 2021.

Projeto - O Liberdade no Ar é realizado pelo MPT em parceria com a Campanha Coração Azul contra o Tráfico de Pessoas, a Infraero, a Organização Internacional para as Migrações (ONU Migração), a Organização Internacional do Trabalho (OIT), a Secretaria Nacional de Justiça (do Ministério da Justiça), o Escritório das Nações Unidas sobre Drogas e Crime (UNODC) e a Associação Brasileira de Defesa da Mulher da Infância e da Juventude (Asbrad).

Imprimir

  • banner pcdlegal
  • banner abnt
  • banner corrupcao
  • banner mptambiental
  • banner radio
  • banner trabalholegal
  • Portal de Direitos Coletivos