• denuncias
  • peticionamento
  • Mediação
  • administracao publica
  • fraudes trabalhistas
  • liberdade sindical
  • meio ambiente
  • promocao igualdade
  • trabalho escravo
  • trabalho infantil
  • trabalho portuario
  • mov procedimentos
  • autenticidade de documentos
    • BANNER SITE MPT-SP
    • novo horario 13 de junho
    • trabalho infantil capa face

    ANPT critica aprovação de projeto de lei que libera terceirização indiscriminada

    A Associação Nacional dos Procuradores do Trabalho (ANPT), entidade que congrega os membros do Ministério Público do Trabalho (MPT) de todo o país, vem a público, tendo em vista a aprovação, na data de ontem, pela Câmara dos Deputados do PL 4.302/1998, que libera a terceirização para todas as atividades, sem quaisquer garantias para os trabalhadores, expor sua posição oficial sobre os efeitos que referido projeto de lei trará ao país e às relações de trabalho no Brasil, caso venha a ser sancionado pelo Excelentíssimo Senhor Presidente da República.  Continua...

    Imprimir

    Atento é condenada por não fornecer vale transporte de acordo com necessidade do empregado

    A Atento Brasil, empresa de telemarketing, foi condenada pela Justiça do Trabalho em Ação Civil Pública ajuizada pelo Procurador do Trabalho Bernardo Leôncio Moura Coelho, por não conceder aos seus empregados vales-transporte de acordo com as declarações dos trabalhadores relativos ao itinerário do percurso residência – trabalho, e vice-versa, desconsiderando os meios de transportes mais adequados e número de transportes públicos utilizados.

    Imprimir

    Mobilize suas redes contra o trabalho infantil

    Combater o trabalho infantil é um dever de todos. Informação e mobilização são as nossas principais armas nessa luta pelos direitos das crianças e adolescentes. Para conscientizar a sociedade, o Ministério Público do Trabalho lançou nas mídias sociais a campanha #Chegadetrabalhoinfantil.

    Imprimir

    Prefeitura permitia que adolescentes realizassem serviços que deveriam ser feitos por agentes de trânsito

    Adolescentes eram contratados por uma empresa terceirizada. Atuação do MPT encerrou prática

    Um Termo de Ajustamento de Conduta (TAC) proposto pelo Ministério Público do Trabalho em Osasco, representado pelo procurador do Trabalho Gustavo Tenório Accioly, deve dar fim à atividade irregular de serviços realizados por adolescentes na aplicação de multas de zona azul no Município da Estância Turística de Ibiúna.

    Imprimir

    Pirelli condenada em 1 milhão por terceirização ilícita

    Empresa repassava atividades essenciais a terceirizados, que ganhavam menos do que empregados diretos na mesma função

    São Paulo , 3 de março, 2017 - A Pirelli Pneus - TP Industrial de Pneus Brasil Ltda e a TLM Total Logistics Ltda foram condenadas em 23/02 pela justiça do Trabalho ao pagamento de R$ 1 milhão em danos morais coletivos pela prática de terceirização fraudulenta. A sentença resultou de ação civil pública movida contra ambas as empresas pelo Ministério Público do Trabalho em São Paulo em 2015.

    Imprimir

    • banner pcdlegal
    • banner abnt
    • banner corrupcao
    • banner mptambiental
    • banner radio
    • banner trabalholegal
    • Portal de Direitos Coletivos