• denuncias
  • peticionamento
  • Mediação
  • administracao publica
  • fraudes trabalhistas
  • liberdade sindical
  • meio ambiente
  • promocao igualdade
  • trabalho escravo
  • trabalho infantil
  • trabalho portuario
  • mov procedimentos
  • autenticidade de documentos
  • MPT participa de curso de formação de Jovens Promotores em Direito Antidiscriminatório
  • cacau abre
  • Sem título-1
  • peticionamento eletronico DTI
  • AVISO TELEFONIA2
  • aviso horário 2019

MPT participa de curso de formação de Jovens Promotores em Direito Antidiscriminatório

A ação decorre de parceria com a Uneafro e vai formar 60 jovens da periferia na temática de direitos humanos, diversidade e direito antidiscriminatório

São Paulo, 24 de abril de 2018 - O Ministério Público do Trabalho em São Paulo (MPT-SP) participa no próximo sábado (28/4) de aula inaugural do projeto “Jovens Promotores de Direito Antidiscriminatório”, realizado pela Uneafro Brasil (União de Núcleos de Educação Popular para Negras/os e Classe Trabalhadora) com apoio do MPT e da Organização Internacional do Trabalho (OIT). O tema da aula será Trabalho Escravo, e o evento é aberto ao público, principalmente estudantes de cursinhos populares, de escolas públicas, ativistas e universitários(as) interessados.

Uma das aulas será ministrada pela procuradora do Trabalho (MPT-SP) Christiane Vieira Nogueira, mestra em Direito Constitucional pela Universidade Federal do Ceará, especialista em Multiculturalismo e Direitos Humanos pela Universidade Internacional de Andaluzia. Fez parte da Coordenação nacional para erradicação do trabalho escravo (Conaete) do MPT entre 2015 e 2016. A procuradora abordará a questão do Trabalho escravo urbano, trabalho informal, cadeias produtivas, o Ministério Público do Trabalho e outros órgãos que atuam no combate ao trabalho escravo, além de temas ligados a relações entre gênero, racismo, trabalho escravo e ações preventivas.

O evento contará também com uma aula de Antonio Carlos de Mello Rosa, que atua com o Sistema das Nações Unidas e da Organização Internacional do Trabalho, nas temáticas de trabalho infantil e trabalho escravo, sendo atualmente coordenador da unidade de Combate ao Trabalho Forçado. Antonio Carlos falará sobre Direitos humanos e o enfrentamento ao trabalho escravo, escravidão contemporânea, tráfico de pessoas, migrações, territórios e populações vulneráveis.

Sobre o projeto
De iniciativa da Uneafro Brasil, em parceria com o Ministério Público do Trabalho (MPT-SP) e a Organização Internacional do Trabalho (OIT), o projeto propõe a formação de 60 jovens oriundos de cursinhos comunitários da Uneafro e pessoas interessadas. Os encontros mensais abordam diversidade, direitos humanos e direito antidiscriminatório. Na área de edição de vídeos, o projeto prevê uma ação estratégica dos jovens em suas comunidades, com apoio do SESC Ipiranga e Associação Franciscana de Defesa de Direitos e Formação Popular.

O curso visa fortalecer o protagonismo juvenil, a conscientização para a questão étnico-racial, de gênero, diversidade, combate ao trabalho infantil e denúncia de discriminação e assédio no trabalho. As aulas serão ministradas por professores do campo jurídico e de movimentos sociais que atuam diretamente com tais temáticas, numa perspectiva crítica e transformadora. A Uneafro é um movimento social que organiza cursinhos comunitários e populares voltados jovens negros e periféricos em 25 localidades do Estado de São Paulo

Inscrições: preencha o formulário em https://goo.gl/forms/IQBOmq1UsMMAaqIu1
Onde: Av. da Liberdade, 749, Auditório da Casa Metropolitana do Direito
Quando: Sábado, 28/4, das 9 às 13h

Imprimir

  • banner pcdlegal
  • banner abnt
  • banner corrupcao
  • banner mptambiental
  • banner radio
  • banner trabalholegal
  • Portal de Direitos Coletivos