• denuncias
  • peticionamento
  • Mediação
  • administracao publica
  • fraudes trabalhistas
  • liberdade sindical
  • meio ambiente
  • promocao igualdade
  • trabalho escravo
  • trabalho infantil
  • trabalho portuario
  • mov procedimentos
  • autenticidade de documentos
  • Para MPT-SP, liminar requerida pela reitoria da USP não se justifica
  • cacau abre
  • COMUNICADO PORTARIA 2132
  • peticionamento eletronico DTI
  • aviso horário 2019
  • BRASILIT BANNER

Para MPT-SP, liminar requerida pela reitoria da USP não se justifica

Órgão manifestou-se contra o pedido da reitoria e sugeriu que esta apresentasse “orçamento e outros documentos que possam auxiliar na busca de uma solução negociada"

Em audiência no Tribunal Regional de São Paulo para debater o dissídio coletivo relativo à greve na Universidade de São Paulo (USP), o Ministério Público do Trabalho em São Paulo (MPT-SP) considerou que a existência de acordo entre as partes para a manutenção dos serviços essenciais não autorizaria a intervenção do Judiciário para a fixação de percentual mínimo de trabalhadores nos hospitais universitários, conforme requerido pela USP.

Segundo a procuradora do Trabalho Silvana Valladares de Oliveira, representante do MPT-SP na audiência, “não ficou comprovado qualquer problema no atendimento do Hospital Universitário em decorrência da greve. Portanto, não se justifica o pedido de liminar”. Ao conclamar a volta das negociações entre as partes, tendo em vista que a greve já dura quase 3 meses, a procuradora também sugeriu “que o Reitor da Universidade apresente o orçamento e demais documentos que possam auxiliar na busca de uma solução negociada para o atual impasse”.

No pedido da reitoria, que foi indeferido pela desembargadora Rilma Hemetério, alegava-se que a greve estaria prejudicando serviços essenciais à população, como atendimento hospitalar, e requeria-se multa diária de R$ 100 mil por unidade da USP em greve".

Imprimir

  • banner pcdlegal
  • banner abnt
  • banner corrupcao
  • banner mptambiental
  • banner radio
  • banner trabalholegal
  • Portal de Direitos Coletivos